Av Comendador Alberto Bonfiglioli 587- sobreloja
Jardim Bonfiglioli - São Paulo - 05593-001 

 

+55 (11) 3129-5398

Acompanhe-nos!

  • YouTube Instituto Harris
  • Facebook Instituto Harris
  • Instagram Instituto Harris
  • E-mail Instituto Harris
  • LinkedIn Instituto Harris
  • Twitter Instituto Harris

Única empresa no Brasil especializada na avaliação de segurança de ingredientes e produtos cosméticos sem o uso de animais.

October 5, 2019

October 5, 2019

Please reload

Posts Recentes

Reflexões sobre a segurança de produtos

October 7, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Cosméticos piratas podem trazer riscos à saúde

September 9, 2016

 

De acordo com os números da Receita Federal, em 2015 foram apreendidos 28 milhões de reais em produtos de higiene e beleza, um aumento de 11% em relação ao ano de 2014. Essas falsificações podem trazer prejuízos para os cofres públicos e também sérios problemas à saúde.

É considerado um produto pirata aquele que foi inteiramente reproduzido sem a autorização da empresa que o desenvolveu ou que foi importado, burlando os impostos. Ele também, possivelmente, provém do trabalho escravo; ameaça a natureza, pois não sabemos a origem de suas matérias primas; é testado em animais, quando testes são realizados; e expõe nossa saúde a diversos riscos.

Quando a porcentagem de substâncias nocivas é encontrada em um produto ela não é considerada prejudicial, se utilizado uma única vez, pois a dosagem é baixa. Mas se mais desses produtos forem usados, podem provocar sérios danos, tais como: manchas na pele, queimaduras, alergias, vermelhidão, coceiras e etc. É preciso se atentar, pois cremes como filtro solar falsificados, por exemplo, não proporcionam o efeito protetor na pele que deveriam e acabam deixando manchas, e até mesmo provocar câncer de pele.

A diversidade de produtos piratas é grande, como shampoo, filtro solar, sabonete, creme para o corpo, esmaltes, maquiagem, perfumes, tintura para cabelo e muitos outros. Entretanto, nem sempre a percepção da falsificação é imediata.

 

 

 

Ao comprar algum cosmético, é preciso prestar atenção nos seguintes detalhes:

• Embalagens – as embalagens dos produtos piratas costumam ser diferentes das originais – às vezes, com erros ortográficos;

• Etiqueta de adequação – é exigida pela ANVISA e contém as seguintes informações sobre o produto: data de validade